2. Matéria: propriedades dos estados sólido, líquido e gasoso; sólidos amorfos e cristalinos.



A matéria é aquilo que existe, aquilo que forma as coisas e que pode ser observado como tal; é sempre constituída de partículas elementares com massa não-nula (como os átomos, e em escala menor, os quarks e lépton.
.
Ou seja, é definido matéria tudo aquilo que ocupa lugar no espaço e além disso que é formado por partículas de massa não nula, ou seja, que possui massa.

Basicamente dizemos que o universo se divide em matéria e energia, mas não se exclui a possibilidade de haver algo que não se encaixe nisso, apenas não se tem muito conhecimento além disso.
Energia não possui uma definição exata, mas podemos dizer que ela está relacionada a capacidade de realizar trabalho. Nós obtemos essa energia através da alimentação.

Na realidade, eu não acredito que a ordem cronológica disso esteja correta, porém meu objetivo é seguir o cronograma e daí depois volto e vou dando uns ajustes e melhora claro. Acredito que esses conteúdos iniciais sejam um pouco teórico demais e como já li e reli muito disso espero não acabar reescrevendo muito superficialmente.A matéria pode ser líquida, sólida ou gasosa.
Pensemos agora o seguinte: Quando olho ao redor, observo que tudo ocupa lugar no espaço, essas coisas podem ser observadas de forma macroscópica (visão maior) ou microscópica (visão menor) é importante se ter em mente esses pensamentos pois assim quando passemos para a estrutura em sí da matéria fica mais fácil.
A matéria nem sempre é visível, o ar por exemplo a partir de experimentos podemos constatar que ele ocupa lugar no espaço, logo ele é matéria.

Unidades de medida
Para se realizar qualquer experimento, além dos conceitos básicos de matéria e energia, também é necessário conhecer algumas unidades de medida. A medida de uma grandeza é um número que expressa uma quantidade, comparada com um padrão previamente estabelecido. Os múltiplos e submúltiplos do padrão são indicados por prefixos. Massa (m): é a quantidade de matéria que existe num corpo. A determinação da massa de um corpo é feita pela comparação da massa desconhecida desse corpo com outra massa conhecida, um padrão. Para esta determinação usamos um aparelho chamado balança.
Volume (V): é a extensão de espaço ocupado por um corpo. O volume de um corpo com a forma de um cubo é determinado multiplicando-se seu comprimento por sua altura e por sua largura. No SI, a unidade-padrão de volume é o metro cúbico (m3), no entanto a unidade mais usada em Química é o litro (L). Temperatura (T): relaciona-se com o estado de agitação das partículas que formam um corpo e com a capacidade desse corpo de transmitir ou receber calor. A escala de graduação naus comumente utilizada nos trabalhos científicos é a escala Celsius. Ela possui dois pontos de referência: o congelamento e a ebulição da água ao nível do mar, que correspondem, respectivamente, a OºC e 100ºC. Existem outras escalas centígradas, como a Kelvin, recomendada pelo SI e conhecida como escala absoluta. Pressão (P): a relação entre a força exercida na direção perpendicular, sobre uma da superfície, e a área dessa superfície. A Terra está envolvida por uma camada de ar que tem espessura aproximada de 800 Km. Essa camada de ar exerce pressão sobre os corpos: a pressão atmosférica. A diminuição do número de partículas do ar em grandes altitudes pode ser a causa de problemas para pessoas desacostumadas a essa condição. Pelo Sistema Internacional (SI), a unidade-padrão é o pascal (Pa), que se relaciona com a unidade atmosfera na seguinte proporção: 1 atm = 101.325 Pa ou, aproximadamente, 1 atm = 100 kPa Densidade (d): é a relação (razão) entre a massa de um material e o volume por ele ocupado. Para sólidos e líquidos, a densidade geralmente é expressa em gramas/centímetros cúbicos (g/cm3); para gases, costuma ser expressa em gramas/litro (g/L).





PROPRIEDADES DA MATÉRIA

Propriedades físicas

Toda substancia, ou seja, matéria formada por apenas um tipo constituinte, tem um conjunto único de propriedades. Essas características nos permite conhece-las e distingui-las entre outras substancias. Como as pessoas, cada pessoa tem características que as distingue das outras, altura, cor de pele..enfim. As propriedades da matéria podem ser agrupadas em duas categorias: físicas e químicas. Uma propriedade física de uma substancia e uma característica que podemos observar ou medir sem mudar seus constituintes. Essas propriedades incluem, dentre outras:

COR: Se observarmos alguns elementos conhecidos como ferro alumínio, enxofre, cobre, etc, esses tem cores nitidamente diferentes.

FASE OU ESTADO DE AGREGAÇÃO: Em condições ambientes (25 graus C e 1 atm), as substancias podem apresentar-se solidas, liquidas ou gasosas.

PONTO DE EBULIÇÃO: E a temperatura em que uma substancia ferve ou ebule.

Os pontos de fusão e de ebulição são medidas quantitativas importantes para caracterização de substancias. Assim, podemos distinguir uma substancia de uma mistura, com base nas temperaturas de fusão e ebulição.

Durante o aquecimento, as substancias apresentam temperaturas de fusão e de ebulição constantes, enquanto com as misturas ocorrem variações da temperatura durante a fusão e a ebulição


Propriedades dos estados sólido, líquido e gasoso

Entrarei em propriedades dos estados sólidos, líquidos e gasosos. porém quero trabalhar aqui isso direito, então ... vou preparar algo legal e depois posto e vou complementando. Tenho noção de que ainda está muito vago, porém vou ir colocando mais e melhorando aos poucos.



Cada um dos três estados de agregação apresenta características próprias - como volume, a densidade e a forma - que podem ser alteradas pela variação de temperatura (aquecimento ou resfriamento)
SOLIDO: forma própria, volume fixo, não sofre compressão, difícil de ser atravessado, não se move espontaneamente.
LIQUIDO: Adquire a forma do recipiente que o contem, pode ser atravessado com facilidade, pode escorrer.
GASOSO: tem forma do recipiente, ocupa todo o volume do recipiente, sofre compressão e expansão facilmente, e atravessado com grande facilidade.


SÓLIDOS AMORFOS

Os sólidos amorfos são sólidos são formadas por arranjos aleatórios e sem simetriaou ordenação mas somente em dimensões atômicas, com poucas unidades atômicas. Também são chamados de não-cristalinos. Ex. Vidro



Reações: