1. Conceito, objetivos e ramos da Química. Método científico.



Começaremos a falar sobre o Conceito, as vezes pode parecer que estamos nos delongando demais em conteúdos primordialmente inúteis, eu também cheguei a essas conclusões algumas vezes, porém verdade seja dita: Já vi muitas pessoas realmente boas se baterem com pequenos detalhes, então sejamos humildes e compreendamos no que estamos adentrando, rs..

O que e ciencia?

"A ciencia, considerada como um projeto que se realiza progressivamente, e tao subjetiva que e esta tao condicionada psicologicamente quanto qualquer outra empresa humana" Einstein


Nao ha teorias eternas em ciencia

Nao ha teorias eternas em ciencia. Sempre acontece que alguns fatos previstos pela teoria sao desaprovados pela experiencia.Toda teoria tem seu periodo de desenvolvimento gradativo e triunfo, apos o qual podera sofrer rapido declinio (...) Quase todo avanco da ciencia srge de uma crise da velha teoria atraves de um esforco para encontrar uma saida das dificuldades criadas. Devemos examinar as velhas ideias, as velhas teorias, embora pertencam ao passado, pois este e o unico meio de compreender a importancia das ideias e teorias novas, bem como a extensao de sua validez. (EINSTEIN. A, e INFELD, L, A evolucao da Fisica. 4. ed. Rio de Janeiro, Zahar, 1980, p. 67.)

Conceito


"Química (do egípcio kēme (chem), significando "terra") é a ciência que trata das substâncias da natureza, dos elementos que a constituem, de suas características, propriedades combinatórias, processos de obtenção, suas aplicações e sua identificação. Estuda a maneira que os elementos se ligam e reagem entre si, bem como a energia desprendida ou absorvida durante estas transformações." tirada de algum lugar não sei onde..

Conceito e Objetivos

Pensemos o seguinte a química, mesmo não sendo a minha disciplina favorita tem muitas particularidades, ela participa em conjunto com boa parte da física, e tem influência direta em inúmeras reações e revoluções nas áreas de saúde, tecnologia, ciência dentre outras.. seja como for compreendê-la é ter uma possibilidade a mais, uma visão a mais..

Existem diversos ramos dentro da própria química, que se agrupam segundo o tipo de estudo que realizam ou a classe de matéria que estudam. Podemos mencionar a química orgânica, a química inorgânica, a bioquímica (dedicada ao estudo de substâncias em organismos biológicos), a físico-química (analisa os aspectos energéticos dos sistemas químicos), a química analítica e a neuroquímica, entre outras A química pertence às ciências básicas, uma vez que faculta conhecimentos a numerosas áreas (como a biologia, a medicina, a farmácia, a geologia, a astronomia e a engenharia). Os processos naturais que estuda envolvem partículas fundamentais (electrões, protões e neutrões), partículas compostas (núcleos atómicos, átomos e moléculas) e estruturas microscópicas (cristais/vidro, superfícies).


RAMOS:

Química Orgânica: A maior e mais sistemática área da química, é também conhecida como química do carbono. Esta denominação parte do objeto de estudo desta ciência: os compostos derivados do elemento carbono (C). Estima-se que sejam conhecidos cerca de 12 milhões de compostos químicos, dentre eles, 90% são orgânicos, razão pela qual se explica a tamanha abrangência da Química orgânica.

Química Inorgânica: O químico inorgânico atua no estudo de substâncias inorgânicas, como: minerais, sais, silicatos, etc. A inorgânica abrange um vasto campo, com exceção dos compostos derivados do carbono.

Físico-química: Esta área da química é reservada ao estudo das reações químicas, ela trata dos mecanismos e explicações para a ocorrência de fenômenos físicos e químicos, relacionados aos elementos. Neste contexto, aborda-se as propriedades e comportamento das substâncias em meio aos processos.


O metodo cientifico

1. Observacao e experimentacao: sao o ponto de partida e ao mesmo tempo o teste crucial da formulacao das leis naturais. a fisica, quimic dentre outros como ciencia naturl, parte de dados experimentais. Por outro lado, o bom acordo com a experiencia e o juiz supremo da validade de qualquer teoria cientifica. A unica autoridade reconhecida como arbitro decisivo da validade de uma teoria e a verificacao experimental de suas consequencias.


Entretando, " embora a ciencia se construa com dados experimentais, da mesma forma que uma casa se constroi com tijolos, uma colecao de dados ainda nao e ciencia, da mesma forma que uma colecao de tijolos ainda nao e uma casa". (poincare)



Reações: