1. Trovadorismo - origens e prosa

Boa noite/madrugada estamos aqui nessa noite maravilhosa. exatamente 01:42 . 30.06 para falar/escrever e começar a discutir assuntos sérios, ou seja, aqueles assuntos que eu já não é meu forte e que para nossa alegria, vou trabalhar com eles do mesmo jeito, entramos em um caminho obscuro que tem relação com a nossa lingua, origem e blá, blá, blá.. vou começar com literatura, pois gramática nesse momento ainda é "pegar pesado" demais pra mim e nossa história de hoje começa a uns quantos anos atrás com o Trovadorismo.


Perguntas iniciais:

Pergunta 1: Qual a importância de estudar Literatura?

Pergunta 2: Porque começar com o trovadorismo?


A importância é exatamente porque é complicado, tá eu citei em algum lugar que não tem nada difícil e que o termo difícil foi inventado por conveniência para nos manipular, porém eu vós digo pode não ser difícil mas definitivamente não é tão divertido quanto física, matemática.. e até química, rs.. mais vou provar a todos que é possível e que provavelmente quando eu estiver estudado mais, pois verdade seja dita novamente não é nem de longe o que mais me dediquei. será palpável, começaremos pelo trovadorismo pois o Trovadorismo também foi conhecido como PRIMEIRA ÉPOCA MEDIEVAL, é o primeiro movimento literário da língua portuguesa e isso definitivamente pode ser importante.


As origens da literatura de Portugal encontram-se no período que recebeu o nome de Trovadorismo, que vai de 1198 (ou 1189) a 1418. Escolhe-se o ano de 1198 (ou 1189) como início não só do Trovadorismo, mas da própria literatura portuguesa, pois data dessa época um dos mais antigos textos literários escritos em galaico-português (ou galego-português), a "Cantiga de garvaia", também chamada de "Cantiga da Ribeirinha", do trovador Paay Soárez de Taveyrós (ou, em português contemporâneo, Paio Soares de Taveirós), dirigida a Maria Pais Ribeiro, chamada a Ribeirinha, amante do rei dom Sancho 1º.

Essa primeira fase da literatura portuguesa é composta por três categorias diferentes de textos:
1) a poesia trovadoresca;
2) as novelas de cavalaria; e
3) crônicas, hagiografias e livros de linhagens.


Massaud Moisés diz bem quando salienta que a poesia trovadoresca "exige do leitor de nossos dias um esforço de adaptação e um conhecimento adequado das condições históricas em que a mesma se desenvolveu, sob pena de tornar-se insensível à beleza e à pureza natural que marcam essa poesia".


Com base na maioria das cantigas reunidas nos cancioneiros, podemos classificá-las da seguinte forma:

Cantigas Lírico-Amorosas
  • - Cantigas de Amor
  • - Cantigas de Amigo
Cantigas Satíricas
  • - Cantigas de Escárnio
  • - Cantigas de Maldizer

Reações: